Arquivo de Novembro, 2009

sunday

Posted in Uncategorized with tags on 15/11/2009 by drmaybe
Anúncios

Este ano a papoila não pega na minha lapela

Posted in Uncategorized with tags on 11/11/2009 by drmaybe

Não tenho grande apego a comemorações de datas e ainda menos ao culto dos mortos. Como os heróis da guerra valem também os heróis da paz e ainda os de todos os dias, no entanto confesso que a comemoração do Armistício da 1ª Grande Guerra me toca, naturalmente pela chacina que representou. Compreendo também, que na mesma comemoração seja lembrada a 2ª Guerra Mundial, pelos mortos, pelos que lutaram contra o fascismo e o nazismo e pela vitória sobre os mesmos. O “Rememberance Day” começou por ser isto, o lembrar de todos os que morreram na guerra e lutaram para defender o seu país e o seu ideal.

Já não consigo perceber, que o “Rememberance Day” seja alargado a todos os que morreram em todas as guerras do Reino Unido. Hoje é isso o “Rememberance Day”. Um dia para lembrar todos os que morreram a lutar por um país, nas duas Grandes Guerras, nas Malvinas, no Iraque, no Afeganistão. Inevitavelmente os políticos e também todos os que participam na comemoração assim o entendem. Compadeço-me com as famílias daqueles que morrem, mas não posso esquecer os milhões de civis que morreram e ainda morrem no Iraque, depois da sua invasão, no erro imenso que é o esforço de guerra no Afeganistão quando poderia ser convertido com melhores resultados em desenvolvimento económico e civilizacional do mesmo.

Naturalmente que os responsáveis pelas guerras recentes em que o Reino Unido está envolvido, jogam no espaço da propaganda, sempre com muito cuidado, quando ligam coisas que são absolutamente diferentes. Eles sim, misturam alhos com bugalhos.

 

 

títulos de sempre

Posted in Uncategorized on 10/11/2009 by drmaybe

“Igreja “dramatiza” diferenças entre homem e mulher”

louise-bourgeois

também quero ser brasileiro

Posted in Uncategorized on 03/11/2009 by drmaybe

No meu local de trabalho, a equipa de limpeza é maioritáriamente de nacionalidade Brasileira. O gestor da equipa é português. O edifício, onde trabalham cerca de 600 pessoas, tem ginásio e outros equipamentos como cyber cafés gratuitos disponíveis para todos quanto trabalham lá. O gerente da empresa de limpeza acha que esses equipamentos não são para os funcionários da empresa de limpeza, apesar dos responsáveis pelos equipamentos de lazer do edifíco afirmarem que os mesmos são para usufruto de todos quanto trabalham no instituto, que é estatal.

Os funcionários da empresa de limpeza usam o ginásio, a mulher do gestor, que também faz limpezas, diz que não é para ela.

começo a ficar farto

Posted in Uncategorized on 02/11/2009 by drmaybe

de tanta rede social