perguntar a quem de direito

Tenho uma opinião formada sobre a questão da proibição da burqa e do niqab em diversos países Europeus. Já aqui escrevi sobre o assunto e no entanto receio que não tenha sido claro sobre um ponto: acho o uso destas indumentárias antiquado e de alguma forma limitativo na participação da mulher na sociedade, seja este uso imposto ou não.

Tenho uma colega de trabalho muçulmana e que usa o hijab (sem rosto coberto). Com o seu consentimento tentarei relatar a minha conversa sobre a questão da proibição.

Perguntei a N., que é de origem Muhadjir e mora em Londres, qual a sua opinião sobre a proibição da burqa e niqab em diversos países ou regiões da Europa. Respondeu de imediato que por razões óbvias (não usa o véu integral) não seria a melhor pessoa a quem perguntar. De seguida referiu que tinha várias amigas que usam alguma forma de véu integral e que o faziam em plena consciência e por opção individual. Naturalmente e no decorrer da conversa houve alguma exaltação da parte de N., não comigo em particular dado que lhe expliquei qual a minha posição e as razões porque lhe perguntava, em particular discussões que já tinha tido com o Carlos Esperança, mas por sentir o desconhecimento intercultural e pela dificuldade de no ocidente se compreender outras formas de vida.

N. falou-me também nas linhas paralelas em que correm cultura e religião, nas razões porque uma mulher muçulmana opta por usar indumentária que cobre o rosto  – em geral a forma como entende a religiosidade e/ou o guardar da sua beleza para o seu marido.

No essencial do que N. me falou foi de liberdade individual e religiosa, direitos que tomamos por adquiridos na Europa e cuja violação tanto criticamos noutras regiões do mundo.

4 Respostas to “perguntar a quem de direito”

  1. Por cada mulher que usa voluntariamente a burqa ou o niqab há milhares que a isso são obrigadas.

    A pergunta é se concordam com a obrigatoriedade e não com a proibição que simples motivos de segurança podem exigir.

    • drmaybe Says:

      essa relação de números é relativa à Europa? na Europa é obrigatório usar burqa? como expliquei no post a mulher com quem falei não é obrigada a nada e não usa véu integral, por isso a resposta à pergunta sobre obrigatoriedade da burqa está respondida.

  2. Quem aceita a fé islâmica deve ter uma posiçõ sobre o papel terrorista da sharia e sobre a ausência de direitos humanos nos países confessionais.

    • drmaybe Says:

      pois sim, mas estamos a falar da Europa e está a desviar-se das questões que eu coloquei. Uma mulher que pode optar, e neste caso opta por não usar véu integral, considera que é um direito individual.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: